segunda-feira, 17 de maio de 2010

Fantasmas ?



Lá, desde1992, funciona o Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho. A construção é do início do século passado. Conta-se que na década de 1930, os donos do imóvel morreram atropelados, em frente de casa. A filha do casal, Maria de Lurdes, passou a ser criada por um tutor, que roubou seus bens, a prendia na torre e a maltratava. Depois de morrer, Maria de Lurdes voltou para retomar o que pertencia a ela, assombrando moradores e visitantes.

"O grande fantasma que ronda por aqui é o fantasma da Maria de Lurdes. Enfim, parece que ele está por aí", afirma a diretora do Castelinho, Carolina Benjamin.

O vigia noturno, que anda no escuro pelo Castelinho, já sentiu medo.

"As primeiras noites foram meio difíceis. Agora já acostumei. Nunca vi nada, mas já escutei sim. Como se fosse alguém passeando pela casa", lembra Júlio Liberato.

Um grupo de pesquisadores resolveu investigar o Castelinho. Em 2009, o Projeto Neblina recolheu relatos de locais com acontecimentos sobrenaturais. Em 2010, começou o trabalho de campo. Eles visitam esses locais em busca de evidências.

“O Castelinho tem uma história da década de 1970, na época em que o lugar era um cortiço e abrigava moradores de rua, que invadiram o local. Havia muitos relatos daquela época dizendo que esses moradores não conseguiam passar uma semana no Castelinho porque eles eram tocados durante a madrugada, viam aparições de corpo inteiro, e preferiam voltar para a rua. Eu gostaria que um fantasma aparecesse diante das câmeras.Isso provaria definitivamente que o fantasma existe”, observa Adem Ibrovic, do Projeto Neblina.

No Castelinho, o ponto principal é a torre. Lá é posicionada a câmera que vai tentar enxergar algum espírito.

O som captado será analisado, posteriormente, no computador, em busca de vestígios de uma comunicação sobrenatural.

Será que eles vão conseguir alguma coisa? Até hoje, não há nenhum registro incontestável de um fantasma. Mas algumas fotos circulam na internet e metem medo em muita gente.

Um prédio da cidade inglesa de Wem foi destruído por um incêndio.Quando tiraram uma foto, com o prédio ainda em chamas, viram a imagem de uma menina. Seria o fantasma da menina que provocou o incêndio acidentalmente e morreu nele. A foto circulou o mundo.

O detetive virtual pediu ajuda ao nosso especialista em manipulação de fotos em computador, Altair Hoppe.

“Nessa imagem há dois indícios de montagem. O primeiro é a presença de linhas horizontais no corpo e rosto da menina, indicando que há um processo de digitalização ou scaneamento da imagem para fundir com a fotografia do restante da cena. O segundo início é a perspectiva do corpo da menina fantasma, que é diferente do resto da imagem. A cabeça dela fica atrás da porta e o corpo fica à frente da porta. Ou seja, isso não seria possível“, esclarece.

Na foto dá para ver que a cintura continua depois da porta,sendo que a cabeça está lá atrás.Portanto, o fantasma de Wem é mentira. É muito fácil mexer em uma foto e dizer que é um fantasma.Não vai acreditar em tudo que te mandam pela internet, hein?
Mas e um registro de verdade? Será que o Projeto Neblina encontrou algum fantasma?

Nenhuma imagem foi registrada. Nenhum som que se possa chamar de prova.

Ainda não foi desta vez que Maria de Lurdes apareceu para o mundo dos vivos. Ainda não foi desta vez que o Projeto Neblina encontrou um fantasma. Mas a busca continua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário